(11) 95088-4565         contato@fruitandyou.com.br

Frutas brazucas… só que não!

Você sabia que a laranja, a banana, a maçã, o mamão, o morango e a jaca são exemplos de frutas que não são brasileiras?

A Índia é terra da laranja e da jaca, já a maçã é da região da Eurásia. O mamão veio do México e o morango teve origem tanto nos EUA, quanto no Chile. A banana possui registros da Indochina, Índia, Malásia e Filipinas. A uva também é originária de vários locais como a Ásia, Europa e América do Norte.

Estima-se que existam pelo menos 312 frutas tipicamente brasileiras. “Mas, apesar do número impressionante, apenas seis frutas brasileiras são cultivadas comercialmente em grande escala”, diz o engenheiro agrônomo Harri Lorenzi, coautor do livro Frutas Brasileiras Exóticas e Cultivadas. As seis frutas mencionadas são: Abacaxi, Cacau, Caju, Coco-da-Baía, Goiaba e Maracujá.

Uma hipótese para o baixo consumo de frutas nativas é o fato da agricultura estrangeira ter avançado mais que a agricultura brasileira, fazendo com que o cultivo gerasse frutas mais fortes, saborosas e de rápido crescimento. Enquanto isso, as frutas nativas brasileiras permaneceram selvagens no ambiente.

Algumas dessas frutas exóticas são registradas fora do Brasil, o que não anula a originalidade verde-amarela, mas deixa o país de fora de eventuais ganhos monetários relacionados ao comércio da fruta.

A lista de frutas brasileiras não comerciais tem nomes que você provavelmente nunca ouviu falar, como banana-de-macaco, marôlo, araticum-cagão, taperebá, cariota-de-espinho, pau-alazão, marajá e fruta-de-ema, entre outras.

Há ainda as frutas extintas, como o oiti-da-baía, umas das favoritas do imperador dom Pedro II, que hoje não existe mais.

 

Fontes: Revista Super Interessante e Portal Pensamento Verde

Share on facebook
Share on twitter

Posts

Categorias